Artigos

Medicina Tradicional Chinesa: O seu papel na Imunidade IV (de V) – ChiKung

 

No seguimento da informação partilhada nos três artigos anteriores, pudemos ver como a Medicina Tradicional Chinesa atua e a sua racionalização segundo os termos da Medicina Ocidental.

No artigo anterior falamos sobre alguns conselhos de fitoterapia. Desta vez, iremos abordar outra técnica da MTC que, por sua vez, utiliza o movimento corporal, exercícios respiratórios e, a meditação.

O Chikung (Qigong) é uma técnica ancestral chinesa que procura produzir um equilíbrio bioenergético no praticante; técnicas estas desenhadas e criadas para combater doenças e desarmonias físicas e mentais.

São técnicas específicas desenhadas segundo a MTC, com um importante contributo para a imunidade.

Seguido o principio de que a imunidade é primeiramente responsabilidade da capacidade energética do pulmão, pretendemos fortalecer a sua função.

O exercício de “Puxar o arco e disparar a flecha” está desenhado para trabalhar o canal energético do pulmão e, do seu par do elemento metal, o intestino grosso. É um exercício da mais praticada série de exercícios a nível mundial: “os 8 brocados de seda”.

 

  1. Com os membros superiores cruzados à frente do peito, fazer uma inspiração enchendo o calórico superior (inspiração pulmonar) enquanto se contrai os membros superiores e fazemos o movimento de “puxar o arco”, estendendo o dedo indicador e o polegar.
  2. Expirar libertando a tensão muscular, deixamos os braços relaxar na direção descendente, voltando a cruzar à frente do peito.
  3. Repetir o exercício na direção oposta.

 

Pretende-se visualizar a energia vital (qi) percorrer os canais do pulmão e intestino grosso à medida que “puxamos o arco”:

 

 

.

Na Medicina Tradicional Chinesa, existem várias formas de fortalecer o sistema imunológico.

.

No próximo artigo iremos abordar mais uma técnica que poderá aplicar para potenciar as suas defesas. Não perca!

E faça a sua parte, partilhe a informação com os seus amigos e familiares.

.

.

Artigo por:
Jorge Magalhães Rodrigues
Terapeuta especialista em Medicina Tradicional Chinesa na Clínica NirvanaMED.
.

Leia também:

Medicina Tradicional Chinesa (MTC): O seu papel na Imunidade I

Medicina Tradicional Chinesa (MTC): O seu papel na Imunidade II

Medicina Tradicional Chinesa (MTC): O seu papel na Imunidade III

Veja ainda outros artigos que promovem a imunidade.

Medicina Tradicional Chinesa: O seu papel na Imunidade III (de V) – Fitoterapia

No seguimento da informação partilhada nos dois artigos anteriores, pudemos ver como a Medicina Tradicional Chinesa (MTC) atua e a sua racionalização segundo os termos da Medicina Ocidental. Manteremos essa racionalização.

Neste artigo damos algumas dicas de como pode melhorar o seu sistema imunológico, utilizando técnicas simples da MTC.

 

Fitoterapia

Pretendendo então suportar a função do pulmão, será importante ingerirmos, por exemplo, infusões à base de plantas.

Mas deverá ser qualquer planta? A resposta é “não”.

Segundo os princípios da MTC, a função energética do pulmão é influenciada pelo sabor “picante” ou “pungente”, por vezes é até referido por “aromático”.

Portanto ervas como o Alecrim, a hortelã-pimenta, o gengibre, e o Anis (erva-doce), podem ser boas opções, especialmente em situações de ataque de agente patológico externo tal como o “frio”, por serem ervas de característica “morna” ou “quente”.

Tomando o Anis como exemplo prático, as características das sementes são de sabor “picante” (pulmão e intestino grosso) e doce (baço/pâncreas e estômago), de temperatura “quente” (tonificante).

Estudos revelaram variadas características e efeitos do anis: Antidiabético, hypolipidemico, antioxidante e anticancerígeno, antimicrobial, hepatoprotetor, anticonvulsante, anti-inflamatório, antipasmódico, broncodilatador, expetorante e inseticida, e assistindo clinicamente em situações de náusea, obstipação, menopausa, vírus, diabetes, obesidade, ansiedade e depressão.

Na maioria destes, facilmente associamos ao efeito na MTC, até mesmo referente à depressão, sendo que na MTC esta está normalmente associada ao pulmão sendo que o agente patológico interno (emoção) relativo a este órgão, é a tristeza.

De uma forma menos clínica, este “suplemento imunológico” pode ser tomado em forma de infusão, sem grandes restrições. No entanto algumas precauções devem ser tomadas:

  • Toma prolongada pode ser prejudicial – aconselho a tomar as diferentes ervas em rotatividade.
  • Interação medicamentosa – se toma medicação diária, por favor consulte o seu médico antes de iniciar uma toma regular destes fitoterápicos.
  • O diagnóstico próprio da MTC deve ser realizado para cada situação – por favor consulte o seu terapeuta.

 

Na Medicina Tradicional Chinesa, existem várias formas de fortalecer o sistema imunológico.

Nos próximos 2 artigos iremos abordar mais algumas técnicas que poderá aplicar para potenciar as suas defesas. Não perca!

 

E faça a sua parte, partilhe esta informação com os seus amigos e familiares.

 

Artigo por:
Jorge Magalhães Rodrigues
Terapeuta especialista em Medicina Tradicional Chinesa na Clínica NirvanaMED.

 

Leia também:

Medicina Tradicional Chinesa (MTC): O seu papel na Imunidade I

Medicina Tradicional Chinesa (MTC): O seu papel na Imunidade II

 

Bibliografia:
Anise (Pimpinella anisum L.), a dominant spice and traditional medicinal herb for both food and medicinal purposes: https://www.tandfonline.com/doi/full/10.1080/23312025.2019.1673688?fbclid=IwAR2nYckBf9RH-IWcu5KYDWao_TRoUw8ltCfKqNPPZYgTQYeKcEcldF7vyLA

Medicina Tradicional Chinesa: O seu papel na Imunidade I

Medicina Tradicional Chinesa: O seu papel na Imunidade I

 

Técnicas da Medicina Tradicional Chinesa (MTC), como a acupuntura, moxibustão, ventosaterapia, auriculoterapia, etc. são usualmente procuradas como meios para tratar uma patologia crónica ou aguda.

No entanto, existe uma faceta desta medicina que muitas vezes não é conhecida. Podemos chamar essa faceta de “prevenção”.

A própria história prova que a MTC é eficaz em epidemias. Nos registos desde 200 AC até 1900 DC, pelo menos 321 flagelos de larga escala ocorreram na China. A MTC serviu sempre como arma de primeira linha no combate às epidemias, contendo-as eficazmente.

De salientar que em toda a história da China nunca houve um flagelo como a gripe espanhola ou a peste negra que, só na Europa mataram dezenas de milhões de pessoas.

A melhor forma de lidar com uma doença, qualquer ela que seja, é evitá-la.
Aí a importância da prevenção ativa.

Esta prevenção ativa passa, não só pelo evitar a exposição da doença, mas também quando exposto a ela, o nosso corpo estar preparado para eficazmente a eliminar num estádio inicial de desenvolvimento.

No caso das infeções virais, como a gripe (e o recente coronavírus covid-19), é essencial que o sistema imunitário esteja fortalecido. Essa é a primeira barreira que poderá evitar a progressão da doença para um estado mais interno (e grave) da doença.

Na MTC, as técnicas mais eficazes aplicadas na prevenção são a acupuntura, a fitoterapia e o Chikung (Qigong).

Na China, os médicos e pacientes chineses são expostos a sessões regulares de Chikung e existem orientações específicas para a aplicação de acupuntura e fórmulas de fitoterapia para lidar com o covid-19, estando essas orientações bem definidas e divididas em: Fase de prevenção, fase gripal, fase da pneumonia e fase de recuperação.

Especialmente na fase de prevenção, usando as técnicas referidas acima, o principal foco é o fortalecimento do sistema imunitário de modo a mitigar (ou mesmo evitar) o agravamento das fases seguintes.

É importante também entender que o sistema imunitário é desafiado constantemente não só pelas doenças agudas e crónicas. Hoje em dia, o stress é o maior desestabilizador do nosso sistema imunitário através das constantes preocupações, responsabilidades e pressões, seja no trabalho ou em casa.

Se de alguma forma pensa que o seu sistema imunitário está desestabilizado, não arrisque. Na NirvanaMED pode contar connosco para o ajudarmos a potenciar as suas defesas.

 

Marque já a sua consulta de Medicina Tradicional Chinesa.

Pode também começar a apostar em si e inscrever-se para as nossas sessões regulares de Chikung.

 

Autoria:
Jorge Margalhães Rodrigues
Especialista em Medicina Tradicional Chinesa
Bibliografia:
* How COVID-19 (2019-nCoV) is Currently Treated in China with TCM: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/22826112-traditional-chinese-medicine-and-immune-regulation/
* Traditional Chinese Medicine and Immune Regulation: https://www.elotus.org/sites/default/files/novel_corona_virus_-_tcm_treatment_from_the_pprc.pdf