Artigos

Dia do Nutricionista

Hoje é o Dia do Nutricionista.
Mas afinal o que faz o Nutricionista? Em que áreas atua? Só deve consultar um Nutricionista se quiser perder peso?
Definição de Nutricionista
Nutricionista é, segundo o dicionário1,2 a “pessoa especializada ou que se dedica à nutrição e à alimentação” ou “especialista em assuntos e problemas da nutrição”.
A Associação Portuguesa de Nutrição refere Nutricionista como “o profissional de saúde que desenvolve funções de estudo, orientação e vigilância da alimentação e nutrição, quanto à sua adequação, qualidade e segurança, em indivíduos ou grupos, na comunidade ou em instituições, incluindo a avaliação do estado nutricional, tendo por objetivo a promoção da saúde e do bem-estar e a prevenção e tratamento da doença, de acordo com as respetivas regras científicas e técnicas”3.
Áreas de atuação do Nutricionista
• Nutrição Clínica;
• Nutrição Comunitária e Saúde Pública
• Alimentação Coletiva e Hotelaria;
• Tecnologia Alimentar / Ciência dos Alimentos;
• Ensino / Formação e Investigação Científica.
A maioria da procura por parte da população é a área da nutrição clínica. A palavra nutricionista leva-nos logo a pensar em perder peso. No entanto o nutricionista atua em muitas outras condições/doenças, tais como são exemplo a diabetes, hipertensão arterial, colesterol elevado, ganho de peso.
A pesquisa na internet por uma dieta não é a escolha certa, cada pessoa é única e o nutricionista tem em conta todas as especificidades do seu paciente.
É de salientar que o nutricionista não olha só para o valor “Peso”, são avaliados outros números como a percentagem de gordura ou o peso do músculo. Supondo que um individuo pese 80 kg, perde 1Kg de gordura e aumenta 1Kg de músculo, o seu peso mantém-se igual. No entanto a perda de gordura e o ganho de músculo é algo positivo e a ter em conta.
Seguir o plano alimentar elaborado pelo nutricionista não dever ser considerado como uma etapa, mas sim como uma mudança de estilo de vida, algo para manter no futuro. Uma alimentação saudável contribui para um bom estado de saúde, bem-estar e prevenção ou tratamento de alguns tipos de doenças.

Regulação da profissão de Nutricionista
A profissão de Nutricionista é regulada pela Ordem dos Nutricionistas.
A atribuição do titulo profissional de Nutricionista e o exercício da profissão, requer de inscrição como membro efetivo na Ordem.
Procure um Nutricionista, membro da Ordem dos Nutricionistas. Verifique se o profissional consta no Registo Nacional, através da página: http://www.ordemdosnutricionistas.pt/registoNacional.php?, para ter a certeza que está/será seguido por um profissional de saúde qualificado.
Referências Bibliográficas
1. nutricionista in Dicionário infopédia da Língua Portuguesa com Acordo Ortográfico [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-08-29 18:17:12]. Disponível na Internet: https://www.infopedia.pt/dicionarios/lingua-portuguesa/nutricionista
2. nutricionista in Dicionário infopédia de Termos Médicos [em linha]. Porto: Porto Editora, 2003-2017. [consult. 2017-08-29 18:18:46]. Disponível na Internet: https://www.infopedia.pt/dicionarios/termos-medicos/nutricionista
3. http://www.apn.org.pt/ver.php?cod=0C0D

Daniela Patrícia Oliveira Ferreira
(Nutricionista, C.P.2881N.)

Páscoa mais Saudável

A Páscoa é uma comemoração religiosa que celebra a ressurreição de Jesus, após três dias da Sua crucificação no Calvário conforme o Novo Testamento.

Ao significado religioso, junta-se o coelho, símbolo de fertilidade e perpetuidade da vida e o ovo associado á vida e ao nascimento. Os ovos de Páscoa são uma tradição milenar, em que ovos ocos de galinha eram pintados com cores “vivas” e “alegres”, hoje em dia o costume consiste na troca de ovos, não de galinha, mas de chocolate.

Este é um dia de festa, união e tradição, em que se reúnem as famílias a volta da mesa e se degustam os pratos típicos da época: cabrito, cordeiro, folares doces e salgados, amêndoas, pão de ló entre muitas outras iguarias.

É importante realçar que devemos conciliar o prazer a mesa e as calorias. Ficam aqui algumas sugestões para uma Páscoa mais Saudável:

  • Inicie a refeição com sopa de hortícolas. Esta inibe o consumo inicial de aperitivos;
  • Siga a tradição familiar no prato principal, optando por métodos de confeção saudáveis e acompanhando com salada ou legumes;
  • Faça os doces tradicionais em casa, e reduza a quantidade de açúcar e gordura das receitas;
  • Opte por amêndoas sem sal e excesso de açúcar;
  • Evite comprar ou fazer doces em excesso.
  • Consuma doces no final da refeição, após a fruta fresca;
  • Evite “petiscar” doces e amêndoas ao longo do dia de forma isolada – previne picos de glicemia;
  • Faça exercício físico com a sua família.
  • Traga de volta a tradição, pinte ovos ocos (pode aproveitar o interior para a preparação de doces tradicionais) com as crianças, depois espalhe pela casa/jardim, e faça uma caça aos ovos;
  • Volte a alimentação normal no dia seguinte.

Tenha um Páscoa feliz e… mais Saudável!

Daniela Patrícia Oliveira Ferreira
(Nutricionista, C.P.2881N.)

Colesterol Elevado

O colesterol é vital para o normal funcionamento do nosso organismo, pois é uma gordura essencial que tem duas origens: o nosso próprio organismo e a nossa alimentação.

Quando se tem o colesterol elevado no sangue, também designado de hipercolesterolemia, este pode acumular-se e depositar-se nas paredes das artérias, reduzindo o calibre destas (Figura 1). A quantidade de sangue que chega até aos órgãos diminui, podendo levar a interrupção da circulação sanguínea, levando a um evento cardiovascular – enfarte agudo do miocárdio, angina de peito, acidente vascular cerebral e acidente isquémico transitório1,2.

 

O “Bom” e o “Mau” Colesterol

O “Bom” – colesterol HDL é o colesterol que vem das artérias (onde estava em excesso) para ser eliminado.

O “Mau” – colesterol LDL é o colesterol, que em excesso, infiltra-se e acumula-se nas paredes das artérias1.

 

Valores de Colesterol Recomendados

Gordura no sangueValor recomendado (mg/dl)
Colesterol TotalMenos de 190
Colesterol LDLMenos de 115
Colesterol HDLHomem – mais de 40

Mulher – mais de 50

Adaptado de Sociedade Europeia de Cardiologia, 2003

 

Recomendações para reduzir os níveis de colesterol no sangue

A hipercolesterolemia pode ser prevenida e tratada, sendo as mudanças no estilo de vida a primeira linha de proteção contra o colesterol elevado. Seguem algumas recomendações:

  • Ingira pelo menos 1,5L de água por dia;
  • Reduza a ingestão de alimentos ricos em gorduras saturadas e em colesterol;
  • Aumente o consumo de peixe e coma uma vez por semana, peixes gordos como cavala, robalo, sardinha, dourada, salmão, arenque, safio, cherne;
  • Aumente o consumo de fibra;
  • Aumente o consumo de frutas, vegetais e cereais integrais;
  • Utilize 1 colher de sopa de azeite para cozinhar e 1 colher de chá para temperar;
  • Prefira cozidos, grelhados, assados e estufados em cru, em vez dos fritos;
  • Para temperar opte por ervas aromáticas, especiarias, limão e vinagre;
  • Faça pelo menos, 30 a 60 minutos de exercício físico por dia;
  • Deixe de fumar – fumar reduz o colesterol HDL.

 

Referências Bibliográficas

  1. American Heart Association. (21 de abril de 2014). About Cholesterol. Obtido de http://www.heart.org/HEARTORG/Conditions/Cholesterol/AboutCholesterol/About-Cholesterol_UCM_001220_Article.jsp#.WMB91zvyjIU
  2. American Heart Association. (s.d.). How Can I Improve My Cholesterol? Obtido de http://www.heart.org/idc/groups/heart-public/@wcm/@hcm/documents/downloadable/ucm_300460.pdf
  3. Sociedade Europeia de Cardiologia. (2003). Obtido de http://www.spc.pt/spc/Microsites/Passaporte/kit/passaporte/colesterol/valores.aspx

 

Daniela Patrícia Oliveira Ferreira
(Nutricionista, C.P.2881N.)