Artigos

Medicina Tradicional Chinesa: O seu papel na Imunidade III (de V) – Fitoterapia

No seguimento da informação partilhada nos dois artigos anteriores, pudemos ver como a Medicina Tradicional Chinesa (MTC) atua e a sua racionalização segundo os termos da Medicina Ocidental. Manteremos essa racionalização.

Neste artigo damos algumas dicas de como pode melhorar o seu sistema imunológico, utilizando técnicas simples da MTC.

 

Fitoterapia

Pretendendo então suportar a função do pulmão, será importante ingerirmos, por exemplo, infusões à base de plantas.

Mas deverá ser qualquer planta? A resposta é “não”.

Segundo os princípios da MTC, a função energética do pulmão é influenciada pelo sabor “picante” ou “pungente”, por vezes é até referido por “aromático”.

Portanto ervas como o Alecrim, a hortelã-pimenta, o gengibre, e o Anis (erva-doce), podem ser boas opções, especialmente em situações de ataque de agente patológico externo tal como o “frio”, por serem ervas de característica “morna” ou “quente”.

Tomando o Anis como exemplo prático, as características das sementes são de sabor “picante” (pulmão e intestino grosso) e doce (baço/pâncreas e estômago), de temperatura “quente” (tonificante).

Estudos revelaram variadas características e efeitos do anis: Antidiabético, hypolipidemico, antioxidante e anticancerígeno, antimicrobial, hepatoprotetor, anticonvulsante, anti-inflamatório, antipasmódico, broncodilatador, expetorante e inseticida, e assistindo clinicamente em situações de náusea, obstipação, menopausa, vírus, diabetes, obesidade, ansiedade e depressão.

Na maioria destes, facilmente associamos ao efeito na MTC, até mesmo referente à depressão, sendo que na MTC esta está normalmente associada ao pulmão sendo que o agente patológico interno (emoção) relativo a este órgão, é a tristeza.

De uma forma menos clínica, este “suplemento imunológico” pode ser tomado em forma de infusão, sem grandes restrições. No entanto algumas precauções devem ser tomadas:

  • Toma prolongada pode ser prejudicial – aconselho a tomar as diferentes ervas em rotatividade.
  • Interação medicamentosa – se toma medicação diária, por favor consulte o seu médico antes de iniciar uma toma regular destes fitoterápicos.
  • O diagnóstico próprio da MTC deve ser realizado para cada situação – por favor consulte o seu terapeuta.

 

Na Medicina Tradicional Chinesa, existem várias formas de fortalecer o sistema imunológico.

Nos próximos 2 artigos iremos abordar mais algumas técnicas que poderá aplicar para potenciar as suas defesas. Não perca!

 

E faça a sua parte, partilhe esta informação com os seus amigos e familiares.

 

Artigo por:
Jorge Magalhães Rodrigues
Terapeuta especialista em Medicina Tradicional Chinesa na Clínica NirvanaMED.

 

Leia também:

Medicina Tradicional Chinesa (MTC): O seu papel na Imunidade I

Medicina Tradicional Chinesa (MTC): O seu papel na Imunidade II

 

Bibliografia:
Anise (Pimpinella anisum L.), a dominant spice and traditional medicinal herb for both food and medicinal purposes: https://www.tandfonline.com/doi/full/10.1080/23312025.2019.1673688?fbclid=IwAR2nYckBf9RH-IWcu5KYDWao_TRoUw8ltCfKqNPPZYgTQYeKcEcldF7vyLA

Saiba como se alimentar durante a quarentena

.

O outono e o inverno são épocas propícias a resfriados, gripes e constipações. Contudo, deparamo-nos agora com uma nova estripe de coronavírus – o Covid-19 – que já toda a gente conhece e ninguém lhe fica indiferente.

No momento conturbado que vivemos, em que pouco podemos programar para o futuro, são muitas as pessoas que são engolidas pelo medo, pelo pânico e pela ansiedade que as notícias provocam, anunciando a propagação rápida do vírus.

Um dos efeitos que já verificamos é a correria aos supermercados e a compra massiva de produtos alimentares, entre outros. É, no entanto, muito importante prestar atenção aos nossos comportamentos e não nos colocarmos na posição de reféns deste vírus.

A preocupação é geral e parece fazer com que as pessoas queiram ter tudo, custe o que custar, sem pensar conscientemente no que realmente precisam.

Neste sentido, elaboramos este artigo para ajudar os nossos seguidores a elaborar uma lista de compras consciente, a utilizar na próxima ida ao supermercado. O objetivo é trazer alimentos que permitam uma alimentação equilibrada durante o tempo de quarentena, com alimentos que potenciem o aumento da imunidade de forma natural.

.

Elabore a sua lista de compras sem esquecer:

1. Frutas cítricas

Frutas cítricas, como laranja, acerola, kiwi, tomate, além de brócolos, couve e pimentão verde e vermelho são ricos em vitamina C, antioxidante que aumenta a resistência do organismo.
.
2. Vegetais verdes escuros
Alimentos como brócolos, couve, espinafre são ricos em ácido fólico. O nutriente auxilia na formação de glóbulos brancos, responsáveis pela defesa do organismo, e também pode ser encontrado no feijão, cogumelos e a carne de fígado.
.
3. Alimentos ricos em zinco
Carne, cereais integrais, castanhas, sementes e leguminosas (feijão, lentilha, ervilha, grão de bico), são ricos em zinco, nutriente que combate resfriados, gripes e outras doenças do sistema imunológico.
.
4. Oleaginosas
Além de zinco, as nozes, castanhas, amêndoas e óleos vegetais (de girassol, gérmen de trigo e milho) são ricos em vitamina E. Ela é benéfica, principalmente para os idosos, agindo no combate à diminuição da atividade imunológica derivado da idade.
.
5. Tomate
Rico em licopeno, o tomate é um forte aliado para combater doenças cardiovasculares, removendo radicais livres do organismo. Esses compostos aceleram o envelhecimento celular e deixam o corpo mais propício a desenvolver doenças.
.
6. Alimentos fonte de ómega-3
O ómega 3 presente, por exemplo, no azeite e no salmão, auxilia as artérias a permanecerem longe de inflamações, ajudando a imunidade do corpo.
.
7. Fontes de antioxidantes
A castanha-do-Pará e cogumelos contêm selénio, um forte antioxidante que combate os radicais livres, melhorando a imunidade do corpo e acelerando a cicatrização do organismo.
.
8. Gengibre
Rico em vitaminas C, B6 e com ação bactericida, o gengibre vai ajudar a tratar inflamações da garganta e auxiliar nas defesas do organismo.
.
9. Pimenta
A pimenta é fonte de betacaroneto, substância que se transforma em vitamina A, nutriente que protege o organismo de infeções.
.
10. Iogurte
O consumo regular de iogurte ajuda a recompor as bactérias benéficas da flora intestinal – chamadas probióticos. Essas bactérias têm um papel fundamental para expulsar do organismo as bactérias “ruins”. Esses microrganismos contribuem para aumentar a imunidade. O intestino saudável é capaz de separar o que não nos faz bem e absorver os principais micronutrientes, como as vitaminas.
.
11. Alho
O alho, além de trazer um sabor delicioso para os mais diversos pratos, reduz e ajuda a diluir o muco nos pulmões, sendo eficaz contra tosse persistente e bronquite. Por ser rico em vitamina A, C e E, o alho torna-se um forte aliado para reforçar o sistema imunológico.
.
12. Cebola
A cebola é rica em substâncias anti-inflamatórias, antivirais, antiparasitárias, antibacterianas e antifúngicas, como a alicina, que ainda reduz o risco de alguns tipos de câncer, como o de boca, laringe, esôfago, cólon, mamas, ovário e rins. Por isso, é um ótimo remédio para afastar gripes, resfriados e infecções em geral.
.
13. Própolis
O própolis contém proteínas e compostos com capacidade de alterar e regular o sistema imunológico, além dos benefícios de ser antibacteriano e antiviral. O própolis ativa os passos iniciais da resposta imune estimulando receptores específicos e a produção de citocinas, que modulam os mecanismos da imunidade.
.
14. Óleo de coco
O ácido láurico e o ácido cáprico, presentes no óleo de coco, tem a propriedade de modular o sistema imunológico, agindo contra fungos, vírus e bactérias. Além disso, uma forma indireta de ele contribuir com a imunidade está na melhora do trabalho do intestino ao eliminar as bactérias ruins.
.
.
Relembramos a importância de permanecer em isolamento social, restringindo as suas saídas unicamente ao essencial e com os devidos cuidados, tal como recomenda a Direção Geral de Saúde.
.
.
Se quiser ver mais artigos que abordam o reforço imunitário, espreite aqui:
.

Aromaterapia I

Aromaterapia II

Nutrição

 

Clínica NirvanaMED

Medicina Tradicional Chinesa: O seu papel na Imunidade II (de V)

 

Podemos dividir o sistema imunitário em dois sub-sistemas:

O inato, que é a primeira linha de defesa contra agentes patológicos externos.

E o adaptativo/específico, que podemos entender como uma segunda linha de defesa e como um protetor aquando de uma exposição repetida a dado agente.

Esta especificidade é o que difere as células constituintes do sistema imunitário.

No entanto, de uma forma geral, a missão do sistema imunológico é proteger o organismo de agentes patogénicos e eliminar células alteradas ou mutadas (que originam o cancro, por exemplo).

No nosso organismo, o contacto com o exterior (e os seus agentes) é permanente e inicia-se na pele, trato gastro-intestinal e o sistema respiratório.

Na Medicina Tradicional Chinesa, são precisamente estas as estruturas a que são atribuídas as defesas do nosso corpo.

Pensando na dimensão Yang (energética funcional) do Pulmão, este é responsável pelo ritmo de distribuição do Wei Qi, ou a energia defensiva, pelo nosso corpo, prevenindo a entrada de agentes patogénicos externos (como o frio, vento ou humidade). Na sua dimensão Yin (estrutural), o pulmão recebe e armazena o Qi do oxigénio que, fundindo-se com o Qi nutritivo (proveniente dos alimentos) dará origem à energia funcional que regulará inúmeros aspetos do funcionamento do corpo humano assim como outros processos imunológicos responsáveis por outras estruturas.

Esta visão tradicional suporta o conhecimento da medicina ocidental.

Não é por acaso que o trato respiratório contém a maior área de contacto com o meio externo, e através de diversos processos é responsável pelo desenvolvimento de variadas células relacionadas com o sistema imunitário. Também a qualidade da nossa alimentação está diretamente relacionada com o bom funcionamento imunológico (por exemplo a Vitamina C).

Na Medicina Tradicional Chinesa, existem várias formas de fortalecer o sistema imunológico.

Nos próximos 3 artigos iremos abordar algumas técnicas que poderá aplicar para potenciar as suas defesas. Não perca!

E faça a sua parte, partilhe esta informação com os seus amigos e familiares.

 

Artigo por:

Jorge Magalhães Rodrigues,

terapeuta especialista em Medicina Tradicional Chinesa na Clínica NirvanaMED.

 

Leia também:

Medicina Tradicional Chinesa (MTC): O seu papel na Imunidade I

 
Bibliografia:
Traditional Chinese Medicine and Immune Regulation: https://link.springer.com/article/10.1007%2Fs12016-012-8332-0
Clinical Immunology and Traditional Herbal Medicines: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC154949/

 

Óleo de Alecrim no Reforço da Imunidade

O Alecrim é um “costureiro do Plexo Solar”.

Ele restitui rapidamente a energia perdida, dá mais estrutura de trabalho aos que lidam muito com o mental racional. É uma das ervas que ajuda na depressão e estados permanentes de cansaço por problemas emocionais. Também serve para melhorar a memória e o aprendizado.

O Óleo de Alecrim é um óleo que anima, alegra, combate a apatia, memória fraca e a melancolia.

Como “erva das recordações”

Ajuda-nos a relembrar nosso padrão verdadeiro. As suas folhas emanam um aroma adocicado e penetrante, muito usado contra a fadiga física e mental, estimulante da concentração e afrodisíaca por isso é usado em travesseiros aromáticos.

É extremamente eficaz no uso externo para: limpar feridas, principalmente de diabéticos e pessoas que tem dificuldades de cicatrização; nas lesões e queimaduras.

O campo de força de luz azul violeta produzido pelo Alecrim confirma sua reputação dos tempos antigos como protetor psíquico.

Bom também é o banho de Alecrim. Coloque do pescoço para baixo, após o seu banho normal.

O Alecrim ajuda no desenvolvimento da “visão interior”. Serve para combater a ansiedade e os pesadelos. Se você tem problemas desse tipo, coloque umas gotinhas do óleo de alecrim dentro da fronha do travesseiro. Este também tem efeitos nos desconfiados, nos que não acreditam em si mesmos, nos que não têm coragem de se lançar em novos projetos … É A ERVA DA CORAGEM!

 

Alecrim no Reforço da Imunidade

Os vapores provenientes do óleo de Alecrim, colocado em água a ferver, é uma alternativa natural, um remédio, que fortalece o sistema imunológico. Também tem função descongestionante, expectorante e contem propriedades antibacterianas.

Esta é uma metodologia que pode adotar logo aquando os primeiros sintomas de resfriados, gripes ou constipações.

Pode ser utilizado por toda a família, em qualquer idade.

 

Saiba mais, aqui, sobre como a Aromaterapia pode ajudá-lo no Reforço da sua Imunidade.

 

Autoria:
Suzana Soares
Terapeuta de Medicina Integrativa

Medicina Tradicional Chinesa: O seu papel na Imunidade I

Medicina Tradicional Chinesa: O seu papel na Imunidade I

 

Técnicas da Medicina Tradicional Chinesa (MTC), como a acupuntura, moxibustão, ventosaterapia, auriculoterapia, etc. são usualmente procuradas como meios para tratar uma patologia crónica ou aguda.

No entanto, existe uma faceta desta medicina que muitas vezes não é conhecida. Podemos chamar essa faceta de “prevenção”.

A própria história prova que a MTC é eficaz em epidemias. Nos registos desde 200 AC até 1900 DC, pelo menos 321 flagelos de larga escala ocorreram na China. A MTC serviu sempre como arma de primeira linha no combate às epidemias, contendo-as eficazmente.

De salientar que em toda a história da China nunca houve um flagelo como a gripe espanhola ou a peste negra que, só na Europa mataram dezenas de milhões de pessoas.

A melhor forma de lidar com uma doença, qualquer ela que seja, é evitá-la.
Aí a importância da prevenção ativa.

Esta prevenção ativa passa, não só pelo evitar a exposição da doença, mas também quando exposto a ela, o nosso corpo estar preparado para eficazmente a eliminar num estádio inicial de desenvolvimento.

No caso das infeções virais, como a gripe (e o recente coronavírus covid-19), é essencial que o sistema imunitário esteja fortalecido. Essa é a primeira barreira que poderá evitar a progressão da doença para um estado mais interno (e grave) da doença.

Na MTC, as técnicas mais eficazes aplicadas na prevenção são a acupuntura, a fitoterapia e o Chikung (Qigong).

Na China, os médicos e pacientes chineses são expostos a sessões regulares de Chikung e existem orientações específicas para a aplicação de acupuntura e fórmulas de fitoterapia para lidar com o covid-19, estando essas orientações bem definidas e divididas em: Fase de prevenção, fase gripal, fase da pneumonia e fase de recuperação.

Especialmente na fase de prevenção, usando as técnicas referidas acima, o principal foco é o fortalecimento do sistema imunitário de modo a mitigar (ou mesmo evitar) o agravamento das fases seguintes.

É importante também entender que o sistema imunitário é desafiado constantemente não só pelas doenças agudas e crónicas. Hoje em dia, o stress é o maior desestabilizador do nosso sistema imunitário através das constantes preocupações, responsabilidades e pressões, seja no trabalho ou em casa.

Se de alguma forma pensa que o seu sistema imunitário está desestabilizado, não arrisque. Na NirvanaMED pode contar connosco para o ajudarmos a potenciar as suas defesas.

 

Marque já a sua consulta de Medicina Tradicional Chinesa.

Pode também começar a apostar em si e inscrever-se para as nossas sessões regulares de Chikung.

 

Autoria:
Jorge Margalhães Rodrigues
Especialista em Medicina Tradicional Chinesa
Bibliografia:
* How COVID-19 (2019-nCoV) is Currently Treated in China with TCM: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/22826112-traditional-chinese-medicine-and-immune-regulation/
* Traditional Chinese Medicine and Immune Regulation: https://www.elotus.org/sites/default/files/novel_corona_virus_-_tcm_treatment_from_the_pprc.pdf

Aromaterapia no Reforço da Imunidade

 

 

 

ÓLEOS ESSENCIAIS COMO MEDICAMENTOS

As plantas medicinais são um dos recursos mais antigos no cuidado da saúde. Mas o que as pesquisas recentes revelam é que a inalação dos óleos essenciais produzidos por elas pode agir positivamente sobre o físico, além de influir no bem-estar psicológico. O sistema olfativo transforma os componentes químicos inalados em impulsos neurológicos, que atingem diferentes áreas cerebrais. Esses impulsos chegam a glândulas, inicialmente no cérebro, que estimulam nosso sistema de defesa. Paralelamente, também influenciam a zona cerebral em que nascem as emoções, o chamado sistema límbico

 

 

– Óleo Essencial De Limão Para Apoia A Imunidade

Você também pode aumentar a imunidade com óleos desintoxicantes de limão. O óleo essencial de limão é um fantástico tônico linfático, o que significa que ajuda o seu corpo a remover os resíduos celulares do corpo durante o frio e a gripe.

O sistema linfático é responsável por enxaguar esses resíduos para que suas células possam ter um ótimo desempenho.

Aplicando 2-3 gotas de limão diluído em 1 colher de chá de óleo de transportador e aplicado na parte de trás do pescoço enquanto doente é uma ótima maneira de estimular a drenagem linfática.

O óleo essencial de limão difuso também reduzirá bastante a náusea.

– Óleo Essencial De Eucalipto Para Aumentar A Imunidade

O eucalipto é conhecido por sua capacidade de apoiar a saúde respiratória superior e interromper o congestionamento.

É também anti-inflamatório para os pulmões. Por isso, é um óleo essencial perfeito para uso em banhos quentes, assim como em receitas de vapor facial e em concha no rosto durante resfriados e gripes, onde há muco presente.

O eucalipto aumenta a imunidade, além disso, também estimula seus anticorpos para ajudar a combater infecções.

O óleo pode ser usado como transportador em uma massagem no peito para suportar a respiração normal. Também é muito revigorante colocar 1 gota nas mãos, esfregá-las, colocar as mãos sobre o nariz e a boca e respirar.

– Óleo Essencial  De Canela Para Elevar A Imunidade

O óleo essencial de casca de canela  provou ser um dos antibacterianos e antivirais mais poderosos entre os óleos essenciais.

Você pode usar no difusor em toda a casa e em limpeza de spray de receitas para manter superfícies livre de bactérias.

Basta adicionar 20 gotas a um borrifador de água, agitar bem e borrifar superfícies como maçanetas, bancadas, geladeira, pias, pisos, por exemplo. Após aplicar deixe descansar por 5 minutos antes de limpar.

Borrifar essa mistura é importante, pois, quanto menos germes para o seu corpo lidar enquanto estiver doente ajudarão você a se recuperar mais confortavelmente. Assim, evitará que outras pessoas em sua casa fiquem doentes também e ajuda no controle da imunidade.

 

Autoria:
Suzana Soares
Terapeuta de Medicina Integrativa

O Caos de uma Baixa Imunidade

 

A relação da medicina energética e convencional para o reforço da imunidade

Para entendermos um pouco melhor sobre o que é o Reforço da Imunidade é necessário compreender as ligações que tem com o nosso corpo, segundo a medicina energética e convencional. A imunidade consiste num conjunto de mecanismos que defendem o nosso corpo contra invasões vindas do exterior. Ou seja, é criada uma barreira que nos protegem de ataques de vírus e bactérias. Por isso, é importante conhecer o que nos faz ter uma baixa imunidade e como é que a medicina energética consegue melhorar gradualmente o nosso estado de saúde, como também diminuir a utilização de medicamentos.

Tendo em conta a medicina chinesa, existem dois órgãos que são responsáveis pela imunidade, o Rim e o Pulmão.

O Rim é o nosso órgão ligado à energia vital e pela formação de defesas no nosso corpo. O Pulmão é o nosso órgão que fornece energia ao Rim, logo se este não estiver num bom estado, irá comprometer a imunidade e o Rim.

 

Mas e como sabemos se o nosso Pulmão ou Rim não está num estado energético?
Em que pontos prejudica na nossa vida e como prevenir?

Estados de tristeza prolongados, afeta o Pulmão e o stress, o MEDO e o excesso de práticas desportivas afetam o Rim. Quem vive na permanência nestes estilos de vida irá comprometer a imunidade e os sintomas são de fácil perceção. Normalmente, os sintomas são a constipação, o pingo no nariz, dores na zona lombar e/ou joelhos, uma tez pálida, cansaço persistente… podendo originar problemas mais graves como alergias e doenças autoimunes.

Sabendo isto, a Medicina Tradicional Chinesa e a meditação ajudam a elevar os níveis energéticos. Também na aromaterapia e numa alimentação rica em proteínas, alguns picantes e salgados ajudam no reforço da imunidade, mas de preferência comidas quentes ou mornas. Andar bem agasalhados em épocas mais resfriadas, também ajuda a prevenir.

Reforço Imunitário por terapias complementares precisa de seu tempo para adquirir os hábitos e competências necessárias para a melhoria e qualidade de vida, mas não deve ser descurada.

 

Autoria:
Daniel Pinto
Estudante de Medicinas Complementares – CESPU