O Reiki deve percorrer todo o ser vivo

O Reiki deve percorrer todo o ser vivo. Mas o “stress” diário, as tensões que as crises pessoais e sociais nos criam, a má alimentação, a má respiração, impedem o fluxo desta energia natural. Todos sabemos os efeitos da depressão, da ansiedade, do medo, mas poucos de nós somos treinados para evitar estes estados negativos.

O grande sucesso do Reiki é que é seguro, é fácil, acessível a qualquer pessoa inclusive crianças, é simples e, uma vez ativado, permanece energizando o sistema orgânico que recebeu sua aplicação. Também por não ter conotação religiosa e não intervir com outros tratamentos, sua prática vem crescendo dia a dia.

O Reiki serve para prevenir, curar ou propiciar a cura em três dimensões: física, emocional e espiritual. Todas as vezes em que se recebe uma sessão de Reiki essas três dimensões são tratadas.
Tudo, não existem limites para a ação desta poderosa técnica de harmonização natural. Em vários tratamentos o reiki tem tratado milhares de pessoas de quase todo o mundo, não foi ainda encontrado nenhum tipo de doença que não pudesse ser tratada com Reiki. As doenças mais comuns como enxaqueca, osteoporose, depressão, cálculos renais, processos inflamatórios de qualquer natureza, rinite, sinusite, doenças pulmonares, doenças cardíacas, artrite, reumatismo, asma, fraturas ósseas e ruptura de ligamentos são rapidamente curados.

susana
Suzana Soares

Terapeuta Mestre de Reiki, Tarôt Terapêutico e Hipnoterapeuta de Regresão

Emagreça com o poder da Mente

Parabéns! Encontrou o que Procurava!

EMAGREÇA COM O PODER DA MENTE!

IMPLANTE IMAGINÁRIO DE UM BALÃO INTRAGÁSTRICO HIPNÓTICO NO ESTÔMAGO!

Método 100% natural e seguro, sem contra-indicações, com resultados surpreendentes.

O PODER ESTÁ NA SUA MENTE!

Informo que estou a fazer a colocação do balão intragástrico hipnótico aos clientes com problemas de Obesidade e que queiram eliminar peso e alcançar um novo corpo físico, sendo extraordinários os resultados que estão a ser alcançados com este método.
As fórmulas para emagrecer, regimes e dietas funcionam por um certo tempo, inclusive o balão intergástrico real, depois a pessoa volta a ganhar peso novamente, porque não foi tratado o motivo, a causa raiz , que pode estar no inconsciente.
Por este motivo o nosso atendimento consiste na implantação do balão imaginário no estômago do cliente, acompanhado por sessões de hipnoterapia, nutrição e psicologia, de forma a eliminar as emoções (outras causas) que geraram este desequilíbrio físico.

Benefícios obtidos com a Implantação do Balão Gástrico Hipnótico (Imaginário):

. Aceitação da nova disciplina;
. Ajuda as pessoas a explorar, analisar e mudar atitudes em relação à comida;
. Ajuda as pessoas a explorar, analisar e mudar comportamentos;
. Ajuda as pessoas a explorar, analisar e mudar hábitos alimentares;
. Aumento da determinação em seguir os procedimentos recomendados;
. Aumento da força de vontade;
. Aumento da persistência;
. Aumento do incentivo em fazer ginástica;
. Hipnose ajuda a lidar com os problemas emocionais que levaram a excessos;
. Mais felicidade e alegria;
. Mais leveza dos movimentos;
. Não há nenhum dos efeitos colaterais associados com a cirurgia;
. Redução da fome;
. Redução dos riscos de doenças como diabetes e outras provenientes da obesidade;
. Redução nos gastos hospitalares e médicos da cirurgia;
. Satisfação durante as refeições com apenas poucas colheradas de comida;
. Transformar seu corpo pela redução do peso; entre outros…

Esta combinação de hipnose, nutrição e psicologia, é poderosa na ajuda à concretização dos nossos objectivos, não só pela motivação que acrescenta à nossa determinação, como também pela remoção de bloqueios inconscientes que interferem na nossa vontade e tantas vezes paralisam as nossas acções, mas também pelas mudanças de hábitos alimentares.

Hipnoterapeuta António Ribeiro
Nutricionista Dra.Daniela Ferreira
Psicólogo Dr . Marco Martins Bento
Agenda sua consulta!

antonio1
António Ribeiro

Fundador da NirvanaMED , Hipnoterapeuta e Life & Mental Coach

Ver mais informações sobre Perturbações Alimentares

O que importa mais: terapia ou terapeuta?

Há uma questão particularmente curiosa e para a qual muitos estudos foram já realizados: em que medida a eficácia de uma abordagem terapêutica se deve mais às estratégias específicas dessa intervenção do que a aspetos individuais do terapeuta ou da relação entre este e o paciente?

Poderão dois terapeutas integrados na mesma abordagem terapêutica provocar a mesma capacidade de mudança no paciente?

A verdade é que se tem encontrado que as técnicas subjacentes a determinadas epistemologias e práticas psicoterapêuticas são bons indicadores de ajustamento para a resolução de um determinado problema (dependendo da intervenção e da problemática).

Ainda assim, mais que isso, evidencia-se que a qualidade da relação estabelecida entre paciente e terapeuta é um ótimo preditor do êxito da terapia.

Desse modo, o vínculo estabelecido assenta numa aliança terapêutica que permite um compromisso, implicando, mutuamente, o paciente e o terapeuta. De um lado, o paciente sente-se compreendido, acolhido, ouvido/escutado e amparado, e do outro lado, encontra um especialista que lhe garante um porto seguro e o orienta com estratégias que conduzem à sua capacitação, autonomamente. É como se recebêssemos um pássaro ferido, ajudássemos a curar, mas simultaneamente, o ensinámos e preparássemos para regressar à sua vida, livre, plena e capaz, por si só!

Apesar de sabermos que há diferentes terapias empiricamente validadas, isto é, que demonstra grande eficácia e por isso são recomendadas em dadas problemáticas, queremos fazer notar que a relação paciente-terapeuta, assente na confiança, empatia, disponibilidade e sensibilidade, determina o modo como o paciente se conecta à terapia, se dedica à persecução do processo e segue em direção à resolução das suas dificuldades.

Na Clínica NirvanaMED temos uma equipa de profissionais disponíveis para o esclarecer na tomada de decisão de um processo terapêutico consciente e adaptado.

Conte connosco.

Um abraço fraterno.

marco
Marco Martins Bento
(psicólogo clínico e psicoterapeuta)

Acreditar e arriscar é poder!

Porque muitas vezes perdemos grandes oportunidades e momentos, por existir sempre aquele medo e receio do que possa vir a acontecer, ou talvez porque um dia nada dava certo nas nossas vidas, as coisas não saíam de acordo com o esperado, e desejado e ficamos sempre com essa ideia de fracasso na mente.

Na maioria das vezes não acreditarmos que podemos ir mais longe, por acharmos que não temos capacidade, que somos mais fracos, menos capazes e superiores que outras pessoas, ou também por pensarmos que não merecemos essa oportunidade e aí deixamos o medo ser mais forte, e ganhar a luta de fazer ou não fazer, acabamos por ficar quietos a ver o tempo passar, e depois acabamos por nos arrepender de não termos ido a luta, e aí por vezes já é tarde demais para conseguirmos alguma coisa.

Não devemos deixar o medo ganhar e ser mais forte, devemos sim arriscar, e tentar sempre, nunca vamos saber como é que algo podia ter corrido, ou acontecido sem termos tentado ou ter passado por aquilo, como se costuma dizer a arte da vida apreende-se com as derrotas.

Temos de aprender a acreditar mais em nós mesmos, nas nossas capacidades e no nosso potencial, temos de aprender a ser mais pró-activos, temos qualidades e boas capacidade só temos de as revelar, nós somos capazes, nós somos mais fortes, e só precisamos de uma oportunidade para provar isso, sonhos e objectivos toda a gente tem, mas os verdadeiros guerreiros e corajosos são os que lutam e fazem por isso.

22Claro que podemos ter medos e receios, mas também temos de ultrapassa-los, não importa se algum dia errarmos, ninguém é perfeito, toda a gente erra o importante é aprender com eles e com a situação, devemos analisar o que foi feito de errado para não repetir a mesma atitude e o mesmo erro.
Devemos aprender com os nossos erros, e não deixar que eles tirem o ânimo e a força de vontade que se tem, nunca devemos ter medo de errar, nunca devemos desistir de nada, o importante é lutar sempre por aquilo que se quer e deseja, a vida é para ser vivida, não é para ficar quietos a vê-la passar, ao inicio pode parecer difícil, mas a vitória, e o resultado final vai ser recompensador e vai valer muito a pena e o esforço que se fez.

Eu também tive medo, eu também pensei em desistir, mas decidi arriscar e se não o tivesse feito hoje não estava aqui, e vocês não estavam a ler isto.
Nem tudo vai ser um mar de rosas, nem tudo vai sempre correr como queremos, mas isso vai servir de “bagagem” de lições e experiência de vida, por isso acreditem sempre, tentem, arrisquem, não deixem o medo vencer nunca.

 

antonio1
António Ribeiro

Fundador da NirvanaMED , Hipnoterapeuta e Life & Mental Coach

A Comunicação Negativa Atrai Relações Tóxicas

Certamente já ouviu falar em “relações tóxicas”.

Não é um termo técnico, ainda assim, é um jargão que facilmente depreenderá, daí que seja cada vez mais recorrente usar-se para caraterizar os relacionamentos que não acrescentam nada de bom às nossas vidas.

Já pensou quantas relações destas tem? E já refletiu acerca de como tem alimentado estes relacionamentos?

São questões complicadas, reconhecemos, de qualquer modo é fundamental que procure compreender porque motivo estes relacionamentos são perpetuados, ao invés de se afastar daquilo que o magoa.

Não há, a este respeito, respostas infalíveis. Sabemos que são muitos os aspetos que condicionam a manutenção de determinadas relações.

Se considerarmos a comunicação como um elemento central nas interações e, sobretudo, no estabelecimento de vínculos afetivos, podemos apontar as emoções, ou fundamentalmente, a dificuldade em geri-las corretamente, como um catalisador para o surgimento ou agravamento de conflitos que tornam a comunicação negativa e desgastante.

Em momentos de tensão, alturas privilegiadas de desregulação emocional, é comum estarmos menos aptos a interpretar corretamente as mensagens, conduzindo a um enviesamento da informação. Isto constitui, por si só, um ciclo vicioso se alimentado por um interlocutor que tenderá a reagir do mesmo modo.

Costuma dizer-se que uma discussão somente acontece se existirem pelo menos dois intervenientes que alimentam, mutuamente, um padrão de comunicação desajustado.

Do mesmo modo, as relações tóxicas, caraterizadas por estilos comunicacionais agressivos ou manipuladores, punitivos e castradores, apenas são mantidos se ambos quiserem e contribuírem para tal.

A comunicação positiva e assertiva é uma postura afirmativa que traz o respeito por si e pelos outros, limita a influência que os demais querem ter sobre a sua vida e faz de si uma pessoa mais confiante e segura.

 

marco
Marco Martins Bento
(psicólogo e psicoterapeuta).

Quando a ansiedade toma conta de nós.

Num meio tão exigente como aquele em que vivemos, o stress e a ansiedade tendem a estar presentes no nosso dia a dia.

Aliás, tal condição afeta, de modo significativo, tantas pessoas que muitas já nem sabem o que é viver sem se sentirem ansiosas, receosas e com medo.

Sentir ansiedade é perfeitamente normal. Não existe ansiedade apenas no mundo contemporâneo, ela (ansiedade) resulta de uma resposta emocional orgânica que é primitiva e que vem desde a origem dos seres vivos. Mesmo os animais sentem-se ansiosos!

O processo ansiogénico é consequência de um mecanismo adaptativo para nos colocar alerta e em vigília por forma a reagirmos mais rapidamente face a estímulos potencialmente perigosos à nossa sobrevivência. Por exemplo, se vir um leão à minha frente é expetável que me sinta ansioso e que o meu corpo se prepare para a fuga.

Isto é desencadeado pela emoção do medo, originada no nosso cérebro, e que envia sinais ao corpo para ter uma reação de fuga ou luta. Sempre foi assim e é tão natural como bebermos água.

A verdadeira dificuldade está quando este mecanismo de sobrevivência e ativação orgânica se encontra alterado, isto é, a nossa mente ao invés de reagir apenas a estímulos potencialmente perigosos passa a reagir a muitas outras situações do nosso quotidiano, provocando medo e ansiedade que interferem de modo significativo com a nossa vida.

Experiências emocionais traumáticas do passado, mal processadas pela mente, estão na origem do aparecimento deste medo desajustado e permitem manter a ansiedade, generalizando-a a diferentes estímulos, através de condicionamentos (aprendizagens) desadaptativos.

Como consequência, ocorre uma sobre ativação fisiológica (taquicardia, sudorese, tremores, tonturas e vertigens, …), cognitiva (pensamentos de incompetência ou perda de controlo, …) e comportamental (evitamento, isolamento, …) que, a médio prazo, o indivíduo passa a ter maior dificuldade em gerir.

É da dificuldade em controlar esta desregulação emocional, prolongada no tempo, com um grau de interferência elevado e com sintomas debilitantes, que surgem as perturbações de ansiedade.

Fique atento, pois, mais tarde, falarei sobre os tratamentos para a ansiedade que, comprovadamente, são eficazes.

 

marco
Marco Martins Bento

(psicólogo clínico e psicoterapeuta EMDR)

Felicidade e Sorrir

Olá pessoas! Cá estou eu para partilhar informações e me divertir com todos vós! Sou Hipnoterapeuta Clínico e Life & Mental Coach e trabalho na NirvanaMED com adultos, casais e famílias há 10 anos. Tenho convicção que nasci para fazer isto e exerço minha missão com amor, responsabilidade, vontade de aprender e prazer. Sim muito prazer! Sou parte dos seres humanos que encontrou seu bem fazer! Como um apaixonado por minha profissão, eu penso que é um desperdício deixar que conhecimentos tão úteis fiquem trancados em consultórios, presos em livros ou na cabeça só de gente inteligente. Acho que conhecimento, assim como o amor, tem que ser abundantemente partilhado! Por isso estou aqui, escrevendo para vós.

Penso que parte da ideia deste Artigo é entrar em contato com o prazer. O prazer de aprender, de ler coisas interessantes, engraçadas, agregadoras, deliciosas, curiosas e de se distrair de um jeito leve.

A psicologia voltada para a parte terapêutica é uma ciência relativamente nova. Freud escreveu sua obra em 1920, há menos de 1 século atrás! Depois dele, muitos cérebros geniais surgiram e trabalharam para chegarmos aos conhecimentos que hoje dispomos.

Só que nessa caminhada, as buscas eram na direção de tratar os males que acometiam as pessoas fazendo-as sofrer ou impedindo-as de exercer suas atividades. Assim a ciência pesquisou exaustivamente técnologias para tratar doenças de humor como depressão, ansiedade, bipolaridade, transtorno obsessivo-compulsivo, síndrome do Pânico e por aí fora. Estudiosos também se dedicaram a entender melhor e tratar transtornos de personalidade como anti-sociais, narcisitas,… Pois bem! Só que com o avançar da ciência constatou-se que curar ou reduzir sintomas de problemas “psi” deixavam as pessoas mais saudáveis, mas não mais felizes! Surpreso com a notícia? Eu também fiquei! Diante desta constatação eles comecaram a buscar a resposta para uma pergunta simples e fundamental: “qual é a essência comum das pessoas felizes ?”.

Shiny-Happy-People-654x449-300x205A partir daí, muito cérebros inteligentes começaram a fazer pesquisas sérias para dissecar essa tal felicidade. Eles descobriram que pessoas felizes têm características comuns.

Eles são sociáveis, passam pouco tempo sozinhos e são mais queridos pelos outros.

Tem uma vida social rica e produtiva, o que os faz terem mais amizades e ficarem casados por mais tempo. Tendem a ser mais gratos, tolerantes e criativos. Cultivam hábitos de vida saudáveis, tem uma pressão arterial mais baixa e sistema imunológico mais ativo que os infelizes. Tendem a cultivar uma fé religiosa, talvez por ela nutrir uma esperança no futuro e um apoio no desespero.

Então pensamos: lindos, inteligentes e ricos são bem mais Felizes! Dizemos que a beleza traz suas vantagens adicionais, mas gera um efeito pequeno sobre a felicidade.

A inteligência também não implementa a felicidade, embora ajude a implementar dinheiro no bolso. Falando em dinheiro, óbviamente que coisas boas/prazerosas patrocinadas por ele também implementam a felicidade, mas seu efeito é temporário.

O grande desafio dos Felizes é manter o nível de felicidade independente do que o dinheiro pode pagar. Se fosse assim tão simples gente rica seria super feliz e garanto que não é assim!

Então Amigo leitor, torço para que nós consigamos, através de nossos textos proporcionar momentos felizes! Torço para que Seja Feliz na sua vida e aprenda a encontrar aprendizados nas suas tristezas. Torço para que tenha amigos leais, um parceiro(a) amoroso(a) saudável, uma Fé que o realize e uma profissão que lhe dê prazer e dinheiro. Rogo para que seja grato às bênçãos e às mãos estendidas que apareceram na sua vida!

Desejo que cuide do seu corpo para que ele possa o levar a escolhas plenas que alimentem a sua Felicidade autêntica. Que a semente do evoluir floresça no jardim do seu coração!

antonio1
António Ribeiro

Fundador da NirvanaMED , Hipnoterapeuta e Life & Mental Coach

Quem sabe dá certo?!

A maioria das pessoas quando me enviam e-mail dizem que foram ao psicólogo, psiquiatra, médico, igreja, curandeiros e não encontraram resposta para suas dores emocionais…
Alguns dizem que perderam a esperança, mas continuam a buscar ajuda, outros me passam a impressão que buscam “ajuda”, apenas para justificar que estão “tentando” fazer algo para mudar.

Mas o fato é que todo processo de transformação exige muito da pessoa.
Abandonar crenças limitantes, deixar sua zona de conforto e talvez, só talvez abandonar relacionamentos viciados que ao invés de somar espalham…

Interessante é que algumas destas pessoas estão dispostos a mudar completamente suas vidas, desde que não sintam dor, não custe dinheiro e seja “quase” imediato. (Rindo alto mesmo).

Durante muitos anos estudei a Hipnose Clínica e alguns me confundem com algum tipo de mágico que se veste de preto e ao estralar os dedos opera milagres. Não culpo estas pessoas, pois a televisão (O maior meio de comunicação), ainda vende a imagem que estar em transe é obedecer cegamente ao comando de um hipnólogo.

Deixa eu te explicar um pouco do que eu faço e quem sabe dá certo e você compreende a dimensão do meu trabalho e desperte o desejo de transformar sua vida… Percebeu que não usei aqui mudar né? Mas transformar! Já já falaremos disso…

Sou um Terapeuta com muitas certificações, algumas delas internacionais… papéis recebidos na conclusão de formações e cursos, mas quero falar do que realmente aprendi nestes 15 anos atendendo pessoas, ministrando palestras e formações em alguns países.

Acredito que para existir transformação é fundamental que o cliente compreenda o processo de vida que tem, as crenças que alimentam sua vida, as palavras chaves que impulsionam suas acções e principalmente sua estratégia para fracassar ou para ter sucesso.

Uma pessoa que come compulsivamente e não consegue parar, possui uma estratégia bem desenvolvida para atingir seu objectivo. Um cliente que fuma 40 cigarros por dia, ele faz parte de um padrão automático e sabe como ninguém como fazer isso e por mais que parece simples, não é.

Sua estratégia é tão bem desenhada, que envolve seus momentos de frustrações, de excitação e aos poucos ele criou um elo comportamental tão perfeito que certos movimentos logo já processam a mensagem, a vontade de fumar.

Eu me tornei nestes anos um especialista em estratégias para ajudar meus clientes a atingirem seus objetivos e seja lá qual for, todos no final dão no mesmo caminho – Ser Feliz!

Tenho tido muito sucesso, quando o meu cliente compreende que toda transformação exige muito trabalho e persistência e quando ele está disposto a fazer isso conscientemente eu inicio um processo inconsciente que vai realmente transforma sua vida.

Para aqueles que não estão em busca de milagres, mas compreendem que o milagres é saber buscar, estou a disposição.

Seja presencialmente em meu consultório no Porto – Portugal ou via Skype

 

antonio1
António Ribeiro

Fundador da NirvanaMED , Hipnoterapeuta e Life & Mental Coach

 

Suba na vida mas não faça ninguém de escada

” Não vale a pena mergulhar nos sonhos e esquecer de viver ”

Isto é bem verdade!

Eu próprio, neste meu último ano, passei precisamente por isto! Mergulhei fundo em sonhos Ilusórios e esqueci de viver!
De quem foi a culpa? Só minha, claro!

O problema é que por vezes convivemos com certas pessoas que são muito sonhadoras e vivem numa constante Ilusão que, por fortes que sejamos, somos arrastados nessas aventuras, sem querer, sem darmos por elas!

Essas pessoas usam e abusam de um poder de persuasão, manipulação, que até parecem verdadeiras!… .Mas só vivem de fantasias, por vezes até maquiavélicas!

Por vezes penso de como existe assim pessoas… tão sonhadoras e tão Ilusórias que tudo parece verdadeiro… Pessoas que falam bem, têm ideias bonitas, dão aconselhamentos, dicas, dizem que definem estratégias para serem felizes, mas na verdade essas estratégias é para tornar os outros mais infelizes e mais pobres!

Eu passei por tudo isto, neste meu último ano! Deixei de dar prioridade à Família, a amigos , viagens a convívios, a lazer e diversão… por outras palavras, deixei de viver, por causa de um Sonho Ilusório que algumas pessoas, bem sabidas , me criaram! De quem foi a culpa? Só minha… claro!

Para essas pessoas está sempre tudo bem, dizem até que vivem muito, mas, na verdade, não vivem nada! São tipo uns Nómadas! Pousam aqui, pousam ali e assim vão alimentando seus Sonhos à custa dos outros e o pior é de quem fica! Geralmente com tantos sonhos e ilusões , acabam por ficar mais tristes e pobres!

Cuidado com esses Sonhadores e vendedores de Ilusões, pois a vossa vida pode virar do céu, ao fundo do poço num abrir e fechar de olhos! Não deixem de viver a vossa vida por causa de Sonhos Ilusórios causados por estranhos seres vivos…

Ámen

antonio1
António Ribeiro

Fundador da NirvanaMED , Hipnoterapeuta e Life & Mental Coach