Drenagem Osteopática caracteriza-se por ser um método de tratamento para o alívio de sintomatologias relacionadas com a retenção de líquidos e o mau funcionamento dos diferentes tipos de sistemas (sistema circulatório, sistema linfático, líquido peritoneal, líquido céfalo-raquidiano…).

É um princípio que todas as técnicas osteopáticas têm algum efeito linfático, quer diretamente pela estimulação do refluxo, quer indiretamente pelo alívio de uma lesão/patologia, que potenciava um desequilíbrio nos sistemas responsáveis pela normalização do fluxo.

No entanto, o objetivo da Drenagem Osteopática é identificar e utilizar as técnicas que mais diretamente afetam o sistema linfático/venoso, de forma a promover sintomatologias que possam advir destes mesmos. Ao mesmo tempo implementa técnicas base da drenagem linfática manual e avalia o organismo como um todo, identificando se há uma ou outra estrutura que possa estar a inibir a normalização do fluxo.

Esta Drenagem Osteopática é indicada para todo o tipo de pessoas que experiencia ou que tem tendência para apresentar retenções e má circulação, como também, para pessoas que tenham alguma dificuldade na digestão ou dificuldade em perder algum peso.

Benefícios:

  • Permite a prevenção de doenças e o aumento da morbidade através da manutenção do sistema linfático (eliminação de toxinas no corpo e conservação dos movimentos o organismo);
  • Alívio de dores nas articulações, cuja causa principal esteja relacionada com o aumento de edema (inchaço);
  • Prevenção de varizes;
  • Possível perda de peso;
  • Recuperação pós-cirúrgica;
  • Melhoria na:
    • digestão;
    • retenção de líquidos;
    • otites;
    • de infeções;
    • cefaleias;
  • Entre outros.

Contraindicações:

  • Tromboses/ presença de êmbolos;
  • AVCs;
  • Inflamações agudas dos gânglios linfáticos;
  • Fraturas, luxações ou osteoporose (relativo, dependendo das técnicas necessárias);
  • Mononucleose;
  • Hepatite aguda;
  • Cancro;
  • Tumores malignos;
  • Insuficiências renais, hepáticas ou cardíacas (não controlado);
  • Hipertiroidismo;
  • Entre outros.

Estrutura da Consulta de Drenagem Osteopática:

  • Realizada inicialmente através de uma avaliação detalhada do organismo do paciente, quer a nível objetivo como subjetivo, através de um questionário. Seguida por um conjunto de teste de forma a entender que estruturas estão a afetar o fluxo dos diferentes sistemas e qual destes se encontra em maior lesão;
  • Continuando com um tratamento direcionando para essas estruturas, selecionando diferentes técnicas que influenciem também, diretamente, o fluxo sanguíneo e linfático, tal como, bombeios ligamentares, tecidos moles, libertação miofascial, visceral, técnicas articulatórias, bombeios linfáticos intrínsecos e extrínsecos. Ou seja, técnicas que removam restrições e técnicas que promovam o fluxo linfático.
  • A duração das consultas depende de caso para caso, podendo variar de 1h a 1h30. Sendo que o número de consultas necessárias varia da quantidade de estruturas afetadas, da quantidade de líquido, da alimentação, do exercício físico, etc. No entanto, a partir das 3 consultas já se evidenciam resultados.

Este método é inovador, juntando o melhor da Drenagem Linfática com as potencialidades e benefícios da Osteopatia, é exclusivo da Clínica NirvanaMED, tendo sido criado e inteiramente desenvolvido pela Terapeuta Inês Gomes.