A blefaroplastia é o procedimento que visa a correção dos efeitos do envelhecimento e/ou alterações hereditárias, das pálpebras, restaurando o aspeto natural da região periorbitária, conferindo um olhar leve e descansado. A modalidade desse procedimento não cirúrgico é realizado através da tecnologia do plasma puro, que consiste na sublimação controlada da pele superficial, alterando sua estrutura e promovendo a retração imediata da mesma.

Vantagens:

O procedimento da blefaroplastia pode melhorar alguns pontos específicos da região dos olhos; como o excesso de pele da pálpebra superior e rugas periorbitária. O excesso de pele na região dificulta o uso de maquiagem, e, em casos severos, atrapalha o campo visual conferindo um aspecto de cansaço e tristeza. As rugas periorbitárias, também conhecidas como “pés de galinha”, comummente estão associadas ao excesso de pele nas pálpebras, podem ser tratada neste procedimento.

A versão não cirúrgica da blefaroplastia tem como vantagem a ausência de cicatriz, porém tem indicação limitada quando há excesso de gordura associado nas pálpebras. Além da melhora do aspecto cansado, esse procedimento também permite a remoção de xantelasmas e de melanose solar.

Procedimento:

A blefaroplastia não cirúrgica é realizada em ambulatório sob anestesia local . O tratamento consiste na realização de 1 a 3 sessões, de acordo com a avaliação de cada caso, com intervalos de 30 dias entre as mesmas. A duração média de cada sessão é de 20 minutos, podendo variar de acordo com a maior ou menor extensão da região tratada.